Dr. André Fuck

Em Curitiba:

Rua Francisco Rocha, 857

(41) 3026-0161

 

 

Endocrinologista

CRM-PR 24137 | RQE 19155

 

 

 

Em Campo Largo:

Rua Barão do Rio Branco, 1443

(41) 3032-1217  

Em Campo Largo:

Rua Oswaldo Cruz, 1870

(41) 3032-4012  

Sou diabético, e agora?

 

Deve-se, ao máximo, eliminar o açúcar da dieta. Açúcar refinado, mascavo, mel, e doces em geral. Idealmente, troca-se tudo por adoçantes, que ao contrário do que se tem comentado, não fazem mal à saúde. Deve-se evitar todo alimento que contém glicose ou sacarose.

 

Opções de adoçantes são: Sucralose (o ideal), Stevia, Aspartame, Sacarina, entre outros.

 

Cuidado com bebidas prontas (suco de frutas industrializados, refrigerantes), pelo alto teor de açúcar que contém.

 

Frutas podem ser consumidas, de preferência 1 por refeição. Evite suco de frutas muito suculentas, mesmo naturais, pois contém muito açúcar da própria fruta (frutose).

 

Quando for utilizar doces, escolha sempre os Diets, feitos especialmente para a população diabética.

 

Reduzir ao máximo os alimentos que contém amido (massas em geral), em especial o refinado; Exemplos deles: pão branco, farinha de trigo, mandioca, batata, massas, bolachas, arroz, salgadinhos e derivados do milho. Substituí-los pelos integrais, mas mesmo estes devem ter sua quantidade reduzida na refeição.

 

Dividir as refeições em porções menores e mais frequentes. Isso facilita a metabolização dos alimentos e evita os picos glicêmicos após as refeições.

 

Basear a refeição em vegetais, legumes, carnes magras, lacticínios desnatados, e, como mencionado, carboidratos integrais.

 

Por fim, não deixe de consultar um endocrinologista. Você, com certeza, receberá um tratamento adequado e completo.