Dr. André Fuck

Em Curitiba:

Rua Francisco Rocha, 857

(41) 3026-0161

 

 

Endocrinologista

CRM-PR 24137 | RQE 19155

 

 

 

Em Campo Largo:

Rua Barão do Rio Branco, 1443

(41) 3032-1217  

Em Campo Largo:

Rua Oswaldo Cruz, 1870

(41) 3032-4012  

Como escolher um Endocrinologista?

 

Na medicina, assim como em outras profissões, existem bons e maus profissionais. Mas como saber isso antes de agendar uma consulta? Existem algumas maneiras de saber se o médico possuí boa formação e conduta, dentre elas destacam-se:

 

Indicação: A escolha tem boas chances de dar certo se o novo profissional for indicado por um médico de confiança, como o clínico geral que já acompanha o paciente, ou até mesmo por algum familiar ou conhecido. 


Tempo de Consulta: Médicos que dedicam tempo à consulta tendem a ser mais atentos e interessados no caso. Além disso, mostram boa formação, já que durante o curso de medicina se preconiza que as consultas durem um tempo mínimo necessário para se conhecer o paciente. A Organização Mundial da Saúde preconiza que o atendimento deve durar, no mínimo, 15 minutos. Consultas de 20-30 minutos tendem a ser adequadas, porém, algumas vezes necessita-se de um pouco mais de tempo (como em uma primeira consulta, por exemplo).


Internet: Aqui temos uma situação delicada. A internet possuí informação demais, e muitas vezes não se pode confiar em tudo que se encontra. Porém, pode-se conhecer bastante sobre o médico procurando-o pelo nome, encontrando críticas ou elogios, avaliando website próprio, locais de trabalho, formação acadêmica, ligação à instituições de ensino, entre outras características que vão denotar qualidade ou não do profissional. Alguns sites específicos para consulta de pacientes, como Doctoralia e Catálogo Médico, também são boas fontes de informação sobre o profissional, desde que estejam atualizados.

 

Marketing: Médicos que anunciam seus serviços podem não ser bons profissionais. O Conselho Federal de Medicina, que também regula a publicidade, proíbe a citação de doenças e tratamentos nos anúncios. Muito cuidado com médicos que propagam seus resultados de maneira sensacionalista, que exibem pacientes e que se intitulam de médicos de sucesso e acima da média. Um médico tem de se impor pela sua competência, e não por meio de recursos de propaganda. O melhor marketing médico é aquele que mostra o nome, a especialidade e o número do CRM e RQE do profissional.

 

Residência Médica e Título de Especialista: Formação médica adequada incluí, sem dúvida alguma, Residência Médica e titulação pela Sociedade Brasileira da especialidade. No caso da Endocrinologia, isso quer dizer seis anos de formação médica, dois anos de residência em Medicina Interna e mais dois anos para a Residência de Endocrinologia, totalizando dez anos de estudo e prática supervisionada. Por fim, existe ainda a aprovação em concurso realizado pela SBEM anualmente, que outorga a titulação ao médico especialista. Isso é uma maneira bastante precisa de selecionar o bom do mau profissional. Portanto, para saber se o endocrinologista de sua escolha é realmente aquilo que ele anuncia ser, pesquise se ele possuí registro de especilista nos sites dos órgãos oficiais: